Diário de Colecionadora - Capítulo 1: Para colecionar, é só começar!

posted on 3 comentários

Essa é uma das principais colunas do Miss Says Hi, o Diário de Colecionadora (Diário das Ever After High porque ele é literalmente um diário de colecionador). Basicamente o MSH todo surgiu por causa do Diário. Aqui teremos histórias, dicas, situações muito agradáveis e desagradáveis também. Tudo pelo que, você colecionador de longa data já passou, e você novato ainda vai passar. Este é nosso espaço de trocas de experiências, assim sendo o espaço dos comentários é para você dividir com a gente suas alegrias, dúvidas e angústias! Esta coluna inicialmente irá ao ar quinzenalmente aos sábados, portanto não perca!

Por ser nossa primeira postagem, o tema não poderia ser outro: começar a coleção do zero! Você decidiu começar uma coleção, então? Ou não decidiu e, quando percebeu, seu quarto já estava tomado de peças por todos os lados? Não importa. Seja você colecionador novato ou de longa data, com poucas peças ou muitas, peças raras ou comuns, a sua rotina é ou vai ser a mesma de todos nós. Colecionar não é simplesmente comprar coisas e reuní-las. Isso é acumulador que faz. O colecionador tem o ato de colecionar por Hobby, hobby este que inclui vários fatores além de juntar novas peças às antigas que você já tem. Por onde vamos começar? Pelo início, claro!


Quero começar uma coleção! O que preciso??

Primeiramente, vontade! Se não houver vontade, nada nessa vida flui! Colecionar dedica tempo de sua vida, tempo este que lhe é bastante prazeroso, mas ainda sim é bastante! Este tempo se divide para vários fatores como comprar novas peças, conhecer lojas novas e pesquisar preços, vasculhar a internet para encontrar aquela peça que você não encontrou em lojas físicas, tempo para fazer sua "Wishlist" e ficar atento às datas de lançamento, tempo para correr atrás de peças raras, tempo para ficar em casa e receber encomendas / ir buscar encomenda no CEE, tempo para organizar as peças que você já tem, tempo para limpá-las e manuseá-las, espaço para expositores (se você não tiver espaço nos cômodos de sua casa, vai ter que arranjar. Os espaços planos do seu quarto estarão ocupados antes que você se dê conta), tempo para reorganizar as peças nos expositores, tempo para customizar, se você gostar de custom, e claro, tempo para fotografar sua coleção e compartilhá-la com os amigos!

Quantas peças preciso ter para me considerar um colecionador?

Uma peça! Como eu disse, colecionar não está relacionado a números necessariamente, mas no carinho que se tem com a coleção, e o tempo dedicado à mesma! Todos nós começamos do zero; após o zero, sempre vem o um, portanto a não ser que você tenha ganho na Mega Sena e comprou umas vinte peças de uma vez, você também vai começar da sua "moedinha nº 1". Aliás, a minha foi uma cartela com três bootlegs com um Abra, um Mewtwo e um Poliwhril, há quatorze anos atrás, e a sua??

Estes foram os primeiros carinhas da minha coleção... há uns 14 anos atrás! 

O que ajuda? O que atrapalha?

Uma coleção depende de vários fatores vindos de você. E outros fatores externos, digamos assim. Vou listá-los aqui!

Os melhores amigos de sua coleção:

- Dinheiro (óbvio)
- Cartão de crédito Internacional
- Ambiente seco e arejado
- Ambiente com iluminação natural (desde que a luz solar não caia diretamente nas peças)
- Rotina de limpeza e organização
- Manuseio
- As caixas originais

Os possíveis vilões de sua coleção:

- Poeira (Jamais se esqueça deste)
- Falta de planejamento financeiro
- Os Correios
- Ambiente com pouca ou nenhuma circulação de ar
- Ambiente sem iluminação natural
- Expositores com luminárias que ficam muito próximas das peças
- Crianças pequenas um pouco mais curiosas do que deviam
- Gatos ou cães nas mesmas condições das crianças
- As caixas originais (em alguns casos)

Tudo o que foi mencionado aqui, planejamento financeiro, ambientes e decoração, Correios e Entrega serão temas dos próximos capítulos de nosso diário. Eles são importantes, não perca!!

O que mais você precisa saber?

Paciência é a alma do negócio. Boa vontade para pesquisar também. Se tiver paciência você consegue uma peça original e nova a um terço do primeiro valor em que você a encontrou.
Produto usado não significa produto velho em má qualidade. Assim como você zela por sua peça, outros colecionadores também zelam, logo você pode comprar um produto usado mas em estado de novo e completar sua coleção com aquele toy que teve sua produção descontinuada (o famoso "sair de linha").
Quem faz sua coleção É VOCÊ!! Se você tiver dinheiro de sobra, pode ter toda e cada peça de pokémon que lançar e relançar todo ano, e olha que não é pouca coisa! Se não, você pode escolher fazer uma coleção só de Bidoof/Bibarel e encher seu quarto com essa coisinha fofa e sorridente! Se ainda não, você pode moldar sua coleção da forma que ela lhe faz feliz, focando naquele poké que você gosta, ou em uma modalidade de toys específica! Exemplo, você não é obrigado a ter todos os figuart que a D-Arts lança, a não ser que você colecione só os Figuart da D-Arts!! Porém se você é um colecionador de Lucarios, vale a pena ter o Figuart. Entende o que eu digo??
Não permita que citem regras na sua coleção usando a de outras pessoas como exemplo. Sua coleção é um reflexo de suas vontades, mais nada!! Não existe um "colecionador de verdade" (muitas pessoas usam isto como persuação para que você compre um produto superfaturado, não caia nessa), isto é bem tolo, na verdade. Todos nós somos colecionadores de verdade, desde que façamos disso nosso HOBBY, e não uma obrigação!
Não existe idade mínima para ser colecionador. Há crianças pequenas que possuem por natureza um cuidado exorbitante com seus brinquedos, gosta de deixá-los a mostra, não gosta que eles sujem ou que outras crianças brinquem com ele da maneira inadequada... São colecionadores mirins! Crianças têm mentalidade diferente da nossa, obviamente. Mas ignorá-los é bem desnecessário. Crianças são bem-vindas sim, para que elas possam dar as boas vindas a mais novos colecionadores quando elas tiverem a nossa idade! Da mesma forma que há vários colecionadores de toys super respeitáveis atualmente que tem de 40  anos em diante!
É possível colecionar toys e ter filhos, ou pets, para quem os quiser. Você só terá um trabalho a mais na hora de educá-los.

Minhas cadelinhas e parte das minhas pelúcias
Por fim, qualquer outra dúvida que você tenha, os contatos nosso e-mail está a disposição para perguntar! Teremos em breve um capítulo especial do Diário sobre "rarificação" de produtos e vendas abusivas, que recomendo mesmo a quem não é colecionador ler! E nosso próximo capítulo é daqui a quinze dias sobre vendas online, correios e como proceder! Não percam!

Title: Diário de Colecionadora - Capítulo 1: Para colecionar, é só começar!
Rating: 10 out of 10 based on 24 ratings. 5 user reviews.
Writed by ALly DizZzy -Aline Lly

3 comentários

Realmente comecei assim mesmo minha coleção de Pokémon. Quando era pequeno não tinha ideia de fazer uma coleção dessa franquia que amo tanto. Tinha alguns jogos e poucas coisas (brinquedos ou revistas) mais com o tempo ficando mais velho e adquirindo mais coisas, sem notar eu vi que estava colecionando :p por isso vejo que estou aumentando aos poucos ela.
Mais meu maior orgulho sempre vai ser minha coleção de jogos: http://prntscr.com/6hjlh4
Faltando na foto apenas o OR já que o AS estou jogando XD e sim todas as caixas guardadas =] Ótimo post Tia Miss.

ReplyDelete

Comecei quando ganhei o primeiro pôster da Pokémon Club (aquele grandão), ganhei da minha mãe poucas semanas após a estreia de Pokémon, e já era super fã. Desde então coleciona tudo, e naquela época era tudo mesmo, Pokémon era a estampa de 90% dos produtos de lojas e supermercados. Mas a alguns anos atrás tive problemas familiares, mudança e universidade que fizeram eu me desfazer da minha coleção e me afastar de Pokémon, mas em 2012 quando vi o Mc Donalds (e nem soube que teve em 2011, até um pouco tempo depois) com a campanha de BW 2 eu fiquei louco, e isso recendeu minha velha chama de Pokémon, desde então voltei a me dedicar em recuperar coisas mais nostálgicas e aprendi muito usando a internet. Agora mesmo em uma pesquisa rotineira encontrei esse blog que gostei muito :D

ReplyDelete

Muito obrigada!!! *-* (aloka respondendo quase um mês depois)

No meu caso a principal causa da destruição da velha coleção foram as limpezas de armário mesmo! Um belo dia tua mãe acha que tu tá "grandinha demais pra guardar essas coisas" e joga tudo fora sem ao menos te perguntar....

Mas é a vida, vamos recuperar nossas antigas coleções!! :)

ReplyDelete