Diário de Colecionadora - Capítulo 5: Expositores, a vitrine de sua coleção para o mundo

posted on 0 comentários
Ótimo! Você decidiu ter uma coleção, aprendeu a se planejar, listar os produtos que você deseja, pesquisar preços, comprar os produtos... Pra deixá-los guardados dentro do guarda-roupa?? "Mas ah, tem aquele canto da mesinha no computador no qual eles vão ficar perfeitos..." No começo, funciona. Aí você vai adquirindo mais peças, e mais peças, e o espaço vai ficando menor e menor, as peças mais e mais próximas... Até que se torna algo semelhante a uma escultura de peças de dominó e no primeiro esbarrão que faça um movimento mais brusco na mesinha, metade das peças vão para o chão!! Aí você percebe que esse espaço deixou de ser perfeito. "Mas tem aquela prateleira aonde ficam meus antigos livros"... E olha só, ela fica de frente pra janela... E uns seis meses depois, você começa a notar a pintura de algumas peças um pouco diferentes... Meio desbotadas, talvez...
É amigos! tão importante quanto obter e cuidar das peças de sua coleção, o espaço no qual elas são expostas interfere diretamente nas peças e na coleção em um todo. De maneira positiva ou negativa, são vários os fatores que vão determinar. Vamos lá, todos nós já paramos em frente a uma vitrine de loja! Seja de shopping, ou do comércio aí do teu bairro mesmo, o fato é que tudo é muito organizado, iluminado, limpo! O objetivo das vitrines além de proteger os produtos nela expostos de poeira, chuva e outros fatores, é agregar valor e beleza ao produto e despertar o desejo de posse naquele que a observa. Com a sua coleção não é diferente! Os expositores são aliados para deixar sua coleção ainda mais bonita e com seu toque pessoal, além de claro, proteger suas peças de riscos naturais que podem interferir diretamente nelas! E o capítulo de número 5 de nosso diário fala exatamente sobre isto, então vem com a gente!

Antes de mais nada, o que é um expositor e para quê exatamente ele é necessário?

Expositor pode ser desde uma pequena prateleira a um corpo semelhante ao de um armário. Com porta de vidro ou não, iluminação própria, ou não, preso à parede ou móvel, não importa. Esse produto vai ter como objetivo principal expor as peças de sua coleção, seja ela de livros, pelúcias, miniaturas, jogos, etc. Ela pode ser feita por encomenda, você pode comprá-la em uma loja ou até mesmo fazer a sua própria, só vai depender do espaço disponível em sua casa e de seu poder aquisitivo. Mas é importante ter expositores e mantê-los limpos e organizados. Coleção é algo que dispara de crescer em muito pouco tempo, principalmente para colecionadores de Pokémon, se tratando das miniaturas, que mesmo as originais não custam tão caro (Os Moncolle da Tomy mais caros custam até 60 reais, enquanto os regulares em torno de 30 reais) e que dificilmente você tendo dinheiro sairá da loja com uma peça só! No começo é realmente muito gracioso deixar suas miniaturas "interagindo" com seu espaço no quarto, mas após uns seis meses, isso estará entre o muito difícil e o impossível e a necessidade de um espaço exclusivo para sua coleção será cada vez mais evidente! Com as pelúcias é ainda pior, acreditem!! Adivinhem o espaço que elas vão ocupar quando todos os espaços já não estiverem livres?? A sua cama!! Aqui a minha cama que não me deixa mentir:


O que é muito complicado, visto que pelúcia acumula uma quantidade de poeira maior e de mais difícil remoção que nas peças de plástico. Rodízio de lavanderia é caro e o caminho da lavanderia é coisa que suas pelúcias só irão conhecer uma ou duas vezes ao ano... Se você tiver rinite ou outra doença respiratória, você está lascado!! Minha rinite que não me deixa mentir²! E pelúcia que fica na cama é pelúcia com a qual seu contato é maior, é que pelúcia que pega mais poeira, é pelúcia que tem que ir para a lavanderia antes, o que significa ainda mais dinheiro gasto! Vocês deve ter reparado minha Salamence dentro do saquinho plástico. É por causa disso mesmo que acabei de mencionar que ainda não tive coragem de deixá-la fora do saquinho. Ela é original e o plushie dela é de uma qualidade absurda de fofa!! Morro de pena de deixar sujar. O problema é que não pode ficar no plástico por muito tempo... mofa!
No caso de brinquedos maiores como bonecas (Coleciono Monster High e faço customizações, só lembrando), por serem grandes, ocupam um espaço ainda maior, fora que suas roupas e cabelos estragam se tiverem contato constante com poeira e principalmente, se ficarem expostas diretamente ao sol.
Por fim, o expositor é algo que você pode planejar e decorar a sua maneira. É algo que além de proteger suas peças, vai agregar ainda mais personalidade a sua coleção além de ser um decorativo único para seu espaço!!

Expositores são caros?

Depende muito porque a variedade de tipos, tamanhos e formatos de expositores é absurda! Tudo vai depender do espaço aonde eles serão instalados em seu quarto, o tamanho que eles terão, o material utilizado, formato, pintura/revestimento... Alguns você pode optar pelo "faça você mesmo" e inclusive conseguir o principal material gratuitamente! Outros não, os feito sob medida com prateleiras, portas de vidro, iluminação de LED, esses são bem caros... Cabe a você escolher como será o seu antes de pensar em valores.

O que devo levar em consideração antes de encomendar um expositor?

São diversos fatores, mas todos eles são simples e pra ter sucesso em sua nova aquisição, tudo é uma questão novamente de planejamento, tanto o financeiro que já mencionamos aqui, quanto o do seu espaço. Basicamente:

Em qual cômodo da casa sua coleção é exposta? - Na maioria das vezes costuma ser o quarto, mas em alguns casos, algumas pessoas conseguem entrar em acordo com os pais e expandirem a coleção para a sala. Pessoas que moram sozinhas ou são casadas, provavelmente já fizeram essa expansão. Um dos maiores colecionadores da América Latina expandiu a coleção inclusive para cozinha e banheiros da casa (coisa que definitivamente não é recomendada, se você utiliza a cozinha, mas ok). O importante é ver o quanto de espaço livre você tem, mas antes levar em consideração:

Há janelas no cômodo no qual você pretende instalar o expositor? - Parece meio tola e óbvia essa questão, mas vale lembrar que nem todo mundo dispõe de uma casa de construção padronizada em que todos os quartos possuem janela. Outras pessoas vivem de aluguel, por algumas vezes se mudam de residência e precisam planejar novamente seu espaço. Há quem inclusive quem possa ampliar sua casa e crie nela um cômodo só para abrigar sua coleção e, adivinha? Esquece da janela!! Janela no cômodo não é espaço perdido, meus amigos! É espaço ganho, acreditem!

Aonde caem os raios solares que entram pela janela e por quanto tempo eles entram diretamente no cômodo? - E evitar ao máximo expor algo nessas áreas!!! Por que, tia Miss? Porque sol "queima" suas peças, mesmo que seu expositor tenha portas em vidro. Queimar aqui significa desbotar (amarelar no caso das peças brancas) e isso acontece com as cores de sua pelúcia, do cabelo e roupas de suas dolls, o plástico de sua miniatura, a impressão da embalagem dos seus jogos e peças lacradas... Enfim, é o famoso "aspecto de velho" que muitas coisas que deixamos em nossos quartos adquirem após um tempo e a gente nem imagina o porquê! Quer uma coleção com aparência de nova por muito tempo? Não bote a cara dela no sol, simples. Mas não se deve evitar 100% do sol, janelas devem ser abertas e seu quarto deve ser iluminado e ter circulação de ar sim! Uns parágrafos adiante, vou abordar o "mofo de guarda-roupa" e lá vocês vão entender melhor a importância do sol, e do ar corrente.

Quais são seus animais de estimação e quais seus hábitos? - No meu caso só tenho cadelinhas, que são super educadas e convivem super bem com minha coleção. Minha cachorrinha mais velha tem oito anos, a mais nova seis e elas JAMAIS estragaram alguma peça minha. Entretanto alguns animais são mais "sapecas" e exigem um cuidado especial. Às vezes mesmo expositores mais altos não vão proteger sua coleção do seu gato ou da sua calopsita. Lembrando que a culpa NÃO é do animal, e cabe a você que é racional a gente acredita que sim proteger sua coleção da melhor forma.

Além de você, quem convive em sua casa, quais suas idades e seus hábitos? - Neste caso é específico para aqueles irmãozinhos, sobrinhos ou qualquer outra criança que possa conviver/frequentar seu lar. Em alguns casos, o expositor sendo bem alto e sem acessos (coisas nas quais as crianças possam subir) já resolvem, em outros só expositor com tranca de cadeado resolve, em outros a chave tem que ser passada na porta do quarto mesmo, em outros só Jesus na causa!

Há alguma incidência de umidade, infiltração, mofo nas paredes deste cômodo? - Caso a resposta seja sim, simplesmente ele não é adequeado para expôr sua coleção!



Vou usar novamente meu quarto como exemplo para vocês sentirem meu drama para ilustrar o que estou querendo dizer. Tenho alguns problemas básicos: Não tenho prateleiras ou semelhantes no quarto; meu quarto é uma caixa de fósforo e os móveis são todos um tanto apertados, quem dirá os itens de coleção. Só tenho uma parede útil, mas esta parede útil é quase perfeita!! Uma das paredes aqui é inteira ocupada com meu guarda-roupa. A outra parede tem a porta e minha cama. O espaço acima da cama poderia ser ocupado com prateleiras ou nichos, mas o sol bate DE FRENTE para essa parede e fica lá o dia todo. As pelúcias ficam na minha cama, mas o sol bate nelas somente por duas horas; o restante do dia a luz ocupa a parede. Essa parede que é a quase perfeita, fica ao lado oposto de onde o sol entra. A iluminação que ela recebe é a entre nove e dez horas, que não prejudica as peças. Por estar no caminho da porta e da janela, recebe circulação de ar e nenhuma peça queimou no tempo em que esteve exposta no único móvel aonde elas ficam. O único problema é que esta parede é muito pequena e só cabe este móvel.


Minhas pelúcias nível "Metrô na Sé às 18:00"
 No caso do meu quarto, o que pretendo fazer são uma prateleira ou nicho que aproveite este canto da parede (prateleiras de canto são consideravelmente mais amplas que as prateleiras retas comuns) e fique um pouco acima da caixa da Barbie para expôr as pelúcias; e aproveitar esses pequenos "nichos" nas laterais do móvel, fechando com madeira atrás e uma portinha de vidro na frente e expor minhas Monster High neste espaço. Os únicos problemas são: meus um metro e cinquenta e oito de altura somado a fobia de escadas, com o fato de, quanto mais próximo do chão, mais poeira pega (sim, isto é um fato), o que para bonecas em roupas de tecido não é uma boa ideia! Mesmo com portas de vidro, a poeira ainda entra. Consideravelmente menos, mas entra. Mas tudo é uma questão de planejar a melhor forma de fazê-lo.

Quais são os tipos de expositores que existem??

São vários os tipos e possibilidades. Vou listar alguns deles:

Créditos: usuário Sigiblue (Livejournal)
- Prateleiras: Mais fáceis, populares e baratas, você encontra prateleira em praticamente QUALQUER lugar! Eu achei em uma loja de produtos variados (uma "loja de um real" evoluída) a uns dois minutos da minha casa! No mais você encontra em loja de brinquedos, material de construção, papelarias, lojas americanas... Tem de várias cores, padronagens, temática de personagens e sim, você pode encomendar sob medida em um bom marceneiro. Os valores variam de trinta a duzentos reais, dependendo de material ou temática!

Prós: Baratas, fáceis de instalar, fáceis de encontrar

Contras: Não há proteção contra poeira, insetos ou animais, o que exigirá uma rotina de limpeza mais assídua e alguns possíveis acidentes, se o material for de má qualidade pode não suportar o peso de alguns itens, como livros, por exemplo. É fácil de instalar, porém se não for muito bem instalada pode ir ao chão com sua coleção inteira!



- Nichos: Variáveis da prateleira, estes além de expôr sua coleção têm principalmente caráter decorativo! O interessante dos nichos é adaptá-los ao seu ambiente, por isto eles podem ser feitos no tamanho e formato que você desejar. Você pode ter um em tamanho grande, vários pequenos... Cabe a você escolher! Se você é assim como eu quem faz coleção de um pokémon específico, pode fazer um nicho só para ele. Você pode fazer um nicho para abrigar os pokémon de cada tipo, e assim por diante! O interessante dos nichos é que você pode fechá-los com vidro ou acrílico, colocar trancas, inclusive e eles podem ter a cor/padronagem que você quiser. Geralmente eles são instalados nas paredes, mas você pode fazer como no exemplo da foto e deixar na cabeceira da sua cama (considerando o sol, claro). Fica lindo!!
Você os encontra prontos em lojas (Desde Americanas, Leroy Merlin, até Etna, TokStok e outras deste segmento), porém na grande maioria das vezes nas cores branco e preto e sempre quadrado/retangular. Caso queira algo mais pessoal, o melhor é recorrer a um profissional que atenda sobre encomenda.

Prós: Adaptação ao espaço ideal que você tiver disponível, objeto decorativo, protege de poeira caso você opte por uma pequena porta de vidro ou acrílico

Contras: Dificuldade de encontrar no mercado, preço

Créditos: stephysanrio (Livejournal)
Móveis padrão de lojas: Podem ser a segunda alternativa mais barata depois da prateleira simples. Estes móveis podem ser estantes, corpo de armário ou guarda-roupa sob medida, cristaleiras, entre outros. Já vi no Carrefour uma pequena estante na qual cabiam até bonecas em pé, e o espaço era interessante. Custava R$260, o único problema é que não era possível fechar com vidro. Legal também é garimpar lojas de móveis usados, você pode encontrar algo interessante por lá também.

Prós: Preço (em alguns casos), opção de mobilidade (caso você queira trocar de lugar), não precisa furar sua parede

Contras: Material pode vir a ser de baixa qualidade, dificuldade para adaptação (colocar vidro, por exemplo), pode não se adaptar perfeitamente a seu quarto, ocupa mais espaço, o que em cômodos pequenos pode ser um problema

Créditos: Blazikenbabe (Livejournal)
Móveis feitos sob medida: São estantes, painéis, corpos de armário, feitos sob encomenda. São os mais caros de nossa lista, porém os mais satisfatórios. Eles se adaptam a seu espaço e sua necessidade, você escolhe o material e as cores do produto e ele pode se adaptar aos móveis do seu quarto, agregando seus colecionáveis a decoração total do quarto e não a somente uma parte dele. Pode também ter itens opcionais (que a gente explica logo adiante) como você desejar. É caro, mas é um super investimento!

Prós: Distribui e organiza sua coleção de uma forma eficiente e bonita, mesmo que seu quarto seja minúsculo.

Contras: É bem caro, portanto economize!!


Artesanais: São os mais baratos e divertidos de nossa lista, pois podem ser feitos inclusive com materiais reciclados que você pode adquirir gratuitamente. Divertidos porque é você mesmo quem vai usar sua criatividade fazê-los. Por exemplo este da imagem acima que foi feito com caixotes de feira!



Este eu ganhei de uma colega uns dias antes de fechar a postagem! Esta caixinha foi feita por ela utilizando a técnica de decoupage. É originalmente um porta-joias, mas minhas Petit Chara de Sailor Moon couberam quase que perfeitamente nos espaços dessa "grade" (está vazio, mas ainda tem muita petit pra chegar. Quase porque os odangos da Moon prendem nos espaços do andar debaixo). Não cabe toda minha coleção de Sailor Vênus, mas este mini quadro vai ficar um mimo na parede! Ainda não o fixei a parede porque preciso fazer uns ajustes na grade.

Prós: São baratos e planejados por você mesmo, logo vai se adaptar perfeitamente a seu espaço

Contras: Pode não se adaptar a todos os itens de sua coleção e dificilmente você vai poder fechar o expositor

Itens Opcionais:


- Pintura dos expositores e das paredes: Sim, se você tiver dinheiro e disposição o suficiente pode adaptar a pintura do quarto para coordenar com seu expositor e sua coleção. Os colecionadores de Mario são os mestres nesse quesito!


- Decoração direta dos nichos: É quando o nicho/prateleira é decorado para também se tornar um item decorativo ornando com a coleção. O pessoal da Francultura artesanatos tem um trabalho bem próprio com o revestimento dos expositores com páginas de mangá e HQ! Provavelmente vou encomendar meus expositores com eles. Olha o trabalho deles que incrível!


- Iluminação: Alguns colecionadores gostam de um expositor iluminado, assim como vitrines mesmo. Fica aqui a dica: Lâmpadas fluorescentes têm sob suas peças os mesmos efeitos dos raios solares, ou seja, evite esse tipo de iluminação, pois ele pode queimar suas peças, assim como o sol!! Eu particularmente abomino iluminação em expositores pequenos, mesmo com luzes de LED. É algo que esquenta as peças e duvido que elas saiam 100% ilesas disto, mas claro, é um gosto pessoal. Decoração com luzes de LED durante um curto período de tempo por dia ou semana, é interessante. Mesmo que só para fotos, mas há quem deixe as luzes do expositor acesas quase que o dia inteiro. Iluminação de LED é a mais indicada, por mais que seja cara. Uma alternativa interessante? Pisca pisca de natal com luzes de LED. Paguei dez reais no meu e o efeito é uma graça!



Cenários: São um decorativo a mais que você pode usar dentro de um expositor fechado ou mesmo em uma prateleira aberta. Eles podem simular cenários típicos dos jogos/séries as quais seus colecionáveis pertencem ou mesmo cenários naturais, o que para fotografar pokémon é bem interessante. Estas fotos são de uma colecionadora amiga minha.


Estes cenários podem também ser feitos do tamanho exato do seu expositor. O problema é que vai caber bem menos peças, mas é algo lindo, ainda assim.



Coleção que se adapta ao espaço de sua casa: Aproveitar pequenos detalhes da construção de sua casa para colocar suas peças gera um resultado delicado e lindo. Pena que a exposição a poeira é direta.

Não tenho condições de comprar um expositor agora/os que tenho não abriga todo mundo. O que faço?

O jeito é apelar para o guarda roupa mesmo, mas há alguns cuidados:

- Lembrar que as peças precisam respirar. Tirar as peças do guarda-roupa frequentemente, para tomar um ar/luz, para fotografar, para manusear. Mesmo que por algumas horas, faz um bem absurdo à sua coleção, acredite.

- Manusear é essencial. Se tratando de personagens articulados (Bonecas, Figuarts, Nendoroid, etc), mudar suas poses no expositor com frequência, removê-los das caixas e mexer em suas articulações é algo essencial. Esquecê-los na caixa pode fazer com que as articulações fiquem duras demais (no caso dos figuarts) ou molengas demais (no caso das bonecas). Você não precisa fazer isto todos os dias, mas ao menos uma vez por semana está ótimo. Em caso de brinquedos com mecanismo, há duas opções: Ativar o mecanismo com frequência ou remover as pilhas/baterias, sendo esta a mais indicada. Baterias "esquecidas" enferrujam dentro do brinquedo, o que pode causar um dano irreversível à peça.

- Não amontoar as peças! Muitas vezes é normal adquirir um produto de segunda mão cujo primeiro dono não possua mais a caixa original. Em alguns casos a embalagem de outro toy é espaçosa e o fenômeno "Metrô na cidade de São Paulo" (sempre cabe mais um, é só empurrar) começa a acontecer. Isto em expositor não é recomendado, pra peça que vai ficar no armário então? Nem pensar!! As peças precisam de ar!

- Tem que remover da caixa sim, amiguinho! Eu particularmente não compreendia colecionador que pagava quatrocentos reais em um Cloth Myth para deixá-lo lacrado e abrir nem pra conferir se o produto veio corretamente! Daí comprei algumas Monster High lacradas que são meio raras (uma não foi distribuída oficialmente para o Brasil, outra porque é de 2011 e é raro achar uma daquele modelo lacrada hoje em dia) e confesso que não tive coragem de removê-las de suas caixas até hoje. Mas tipo, eu não pretendo revendê-las e sei o mal que isso faz às peças... Enfim, há colecionador que só vê vantagem em produto lacrado. Outros gostam de interagir com suas peças e eu me encaixo nessa parcela na maioria das vezes. Nada contra você comprar um produto e nunca retirá-lo de sua caixa original, mas tenha em mente que você corre o risco de a peça estragar lá dentro!!

- Gavetas? Nem pensar!! Pensa em uma péssima escolha de lugar para guardar seus toys; é a gaveta!!

Agora por que tudo isso tia?
Porque guarda roupa é algo que fica fechado o dia inteiro, todos os dias da semana! É algo que você limpa com uma frequência muito menor que suas estantes e expositores, afinal de contas, ele fica fechado na maior parte do tempo. O fato de ele ficar fechado, não significa que não esteja suscetível a poeira, muito do contrário! Acumula muito mais poeira, pelo fato de você não limpá-lo com a mesma frequência dos móveis expostos.
Você deve ter algum familiar que adora entupir os blocos menos usados do guarda roupa e gavetas com aquelas bolinhas fedorentas de naftalina. Aqueles potinhos cor de rosa com umas bolinhas estranhas, você também já deve ter visto. Por quê? Pra evitar mofo e pragas que destroem roupas e papéis, como traças, baratas e outros tipos de inseto. Agora pensa que delícia, aquela sua coleção do mangá japonês de Pokémon que tu custou completar, todinha roída de traça?!!
O mofo é causado por fungos, criaturinhas estas que adoram locais com pouca ou nenhuma iluminação, pouca ou nenhuma ventilação, e um pouquinho de umidade. É a mesma regra dos alimentos: "Manter em local seco, fresco e arejado", já leu em alguma embalagem?? Pois é, NADA está livre do mofo!! No caso de pelúcias, enchimentos, tecidos, cabelos sintéticos, o mofo vai enchê-lo de manchinhas acinzentadas, deixar a peça com um cheiro horrível e apodrecer o material. Pode até ser reversível em alguns casos, mas é perda total na maioria das vezes. No caso de peças plásticas, independente do tipo de vinil, ele também vai encher de manchinhas acinzentadas e algumas vezes queimar a pintura de suas peças. Neste caso, não há o que ser feito! No caso das gavetas, a ventilação é ainda menor e o risco de mofo maior! Suas camisetas esquecidas no fundo daquela gaveta que você praticamente não abre, comprovam minha tese em cor e cheiro!! E assim como sua camiseta que era branca e agora está um amarelo ridículo, isto será... Sei lá, seu Reshiram, seu Palkia depois de seis meses em uma gaveta. Sério, NÃO faça isso!!
Portanto você pode até manter parte de sua coleção no guarda roupa, mas a rotina de limpeza e a vigília devem ser muito maior do que com as peças expostas!!

Pois é amigos! Nosso capítulo de número cinco, com esse textão muito mais "ão" do que o costume do Diário de Colecionadora fica por aqui. O próximo post provavelmente será sobre um assunto chato, porém necessário: Taxas na alfândega, como proceder, então não perca por nada!!!

Até mais!
Title: Diário de Colecionadora - Capítulo 5: Expositores, a vitrine de sua coleção para o mundo
Rating: 10 out of 10 based on 24 ratings. 5 user reviews.
Writed by ALly DizZzy -Aline Lly